A Saúde intestinal e o Corpo Humano

O sistema digestivo é muito complexo e extremamente importante para a saúde humana em geral. Muitos estudos comprovaram a relação entre a saúde intestinal e o sistema imunitário, o humor, a saúde mental, as condições da pele e outros aspetos da saúde. De acordo com a Healthline, o termo "microbiota intestinal" refere-se especificamente aos microrganismos que vivem nos intestinos. Em média, cada pessoa tem cerca de 300 a 500 espécies diferentes de bactérias no seu aparelho digestivo. Muitos destes microrganismos são benéficos e essenciais para um corpo saudável. De acordo com o Dr. E.M. Quigley no seu estudo sobre bactérias intestinais no Journal of Gastroenterology and Hepatology, a presença de uma grande variedade destas bactérias boas no intestino pode fortalecer as funções do seu sistema imunitário, melhorar os sintomas de depressão, ajudar a combater a obesidade, e fornecer inúmeros outros benefícios. A saúde intestinal pode ser afetada por elevados níveis de stress, dormir pouco, alimentação á base de comida processada com alto teor de açúcar ou pela toma de antibióticos. Todos estes fatores podem danificar a nossa flora intestinal. De acordo com a Healthline, estes danos, por sua vez, podem afetar outros aspetos da nossa saúde, como o cérebro, o coração, o sistema imunitário, a pele, o peso, os níveis hormonais, a capacidade do corpo absorver nutrientes, e até mesmo ao desenvolvimento de cancro. A Healthline recomenda prestar atenção aos seguintes sinais, que indicam que o seu intestino não é saudável: Dor de estômago. Todos os distúrbios como gases, inchaço, prisão de ventre, diarreia e azia podem ser sinais de um intestino pouco saudável. Uma dieta rica em açúcar. Uma dieta rica em alimentos processados e açúcares adicionados pode diminuir a quantidade de bactérias boas no seu intestino. Alguns estudos mostram que grandes quantidades de açúcares refinados estão ligadas ao aumento da inflamação. Alterações de peso. Ganhar ou perder peso sem fazer alterações na sua dieta ou hábitos de exercício pode ser um sinal de um intestino pouco saudável. Distúrbios do sono ou fadiga constante. Um intestino pouco saudável pode contribuir para distúrbios do sono, como insónias ou sono fraco, e, portanto, levar a fadiga crónica. A maior parte da serotonina do corpo, uma hormona que afeta o humor e o sono, é produzida no intestino. Desta forma, danos intestinais podem prejudicar a sua capacidade de dormir bem. Irritação cutânea. Distúrbios da pele como o eczema podem estar relacionadas com um intestino debilitado. A inflamação no intestino causada por uma dieta pobre ou alergias alimentares pode causar um aumento "de fugas" de certas proteínas para fora do corpo, o que por sua vez pode irritar a pele e causar distúrbios como o eczema. Doenças autoimunes. Médicos investigadores estão continuamente a encontrar novas evidências do impacto do intestino no sistema imunitário. Julga-se que um intestino pouco saudável pode aumentar a inflamação crónica e alterar o bom funcionamento do sistema imunitário. Intolerâncias alimentares. As intolerâncias alimentares são o resultado da dificuldade em digerir certos alimentos (isto é diferente de uma alergia alimentar, que é causada por uma reação do sistema imunitário a certos alimentos). Pensa-se que as intolerâncias alimentares podem ser causadas pela falta de bactérias saudáveis no intestino. Existem algumas evidências de que as alergias alimentares também podem estar relacionadas com a saúde gastrointestinal. Algumas literaturas sobre uma melhor saúde gastrointestinal oferecem as seguintes dicas: Faça uma dieta alta em fibra. Limite os alimentos ricos em gordura, mas inclua alguma gordura saudável (salmão, abacate, etc.) na sua dieta. Escolha carnes magras para obter mais proteína. Inclua probióticos e pré-bióticos na sua dieta. Respeite horários de refeição. Coma devagar. Beba mais água. Elimine maus hábitos: fumar, excesso de cafeína e álcool. Faça exercício regularmente. Reduza o stress. Durma o suficiente. De acordo com a Healthline, deve consumir os seguintes alimentos para a sua saúde gastrointestinal: 1. Alimentos ricos em fibra como por exemplo: leguminosas, feijão, ervilhas, aveia, bananas, bagas, espargos e alho-francês. Alguns estudos demonstraram um impacto positivo destes alimentos na saúde intestinal. 2. Alho e cebola. Baseado em vários estudos, o alho e a cebola podem ter algumas propriedades anticancerígenas e propriedades que fortalecem o sistema imunitário. 3. Os alimentos fermentados como kimchi, iogurte, miso e kefir são grandes fontes dietéticas de probióticos. 4. Os alimentos que potenciam o colagénio, como o caldo de osso e o salmão, podem ser benéficos para a saúde geral e intestinal. A Debene contém PROLACTON, PROLACTON PLUS, PROLACTON KIDS e PROLACTON TRAVEL. Estes são suplementos alimentares concebidos para restaurar a microflora e fornecer efeitos sinérgicos ao longo do trato gastrointestinal, melhorando o bom funcionamento digestivo e o sistema imunitário. PROLACTON proporciona os seguintes efeitos benéficos: Equilíbrio gastrointestinal e intestinal Suporte à imunidade e recuperação após tratamento com antibióticos Desintoxicação, apoio durante as micoses e tratamento de candidíase Proteção contra micoses e infeções por fungos PROLACTON contém: 10 estirpes específicas de Lactobacillus e Bifidobacterias Bactérias pré-bióticas Vitamina C Fontes: O que é um intestino debilitado? Como a saúde intestinal nos afeta Healthline. 25 de Agosto de 2020 11 Sugestões para uma melhor saúde digestiva Everyday Health. 13 de Maio de 2020

A Saúde intestinal e o Corpo Humano